sexta-feira, janeiro 15, 2010

Suor e Chuvas


Janeiro está com a macaca. Tudo culpa do El Niño. Depois vem La Niña e por aí vai. Cientistas distribuem desculpas para a politicalha daqui e de lá. Ruas alagadas, blitz da lei seca debaixo de uma chuva do cão. Fatura de cartão, carnês de IPTU, cartões de Natal pipocando. Taquelos Parió Cabrón!

Com a chuva trilhas e corridas de rua ficam complicadas de ser feitas. Se no seco os carros ignoram quem anda no meio fio, imagina com chuva. Além disso, poça dágua podre não falta. No Alto partículas de urubú e despacho existem em septicemia. Sim, empoça água no Alto. Puta ladeira com poça dágua. Asfalto surreal.

Qdo a atividade física entra na rotina, no início os anticorpos atacam impiedosamente, preguiça instalada, toda sorte de desculpas para a gente se render a pasmaceira e cabular o trabalho com o corpo. Ultrapassada esta fase, bufar e fazer força entram no repertório de maneira dinâmica. Variando da obrigação diária a terapia mental. Malhar entra como a higiene, como parte da digestão e da dieta.

Além disso, cada um busca suas motivações pessoais. Eu ando em busca de objetivos físicos e catarses mentais. Tenho procurado treinar de maneira eficiente e dura. Acredito q esta é a melhor maneira de otimizar o tempo dentro de uma sauna puxando ferro e pedalando sem sair do lugar. Há quem goste, mas uma vez q vc ande nas Paineiras, fazer atividade trancado numa casa superlotada de gente e bate estaca rolando no som é um círculo do inferno.


Busco treinar sempre com um monitor cardiáco e posso garantir q trabalhar acima de 65% da zona alvo é absolutamente necessário. Uma aula de spinning tem q terminar com as meias molhadas. Simplesmente não entendo quem não sua numa aula destas. Pra quem não sabe o q é zona alvo o básico é muito simples. O número cabalístico é o 220. Diminua dele a sua idade e vc tem a frequencia cardiáca máxima pra sua idade. Entre 65% e 75% deste valor, vc trabalha numa zona ótima da queima de bacon, treinos com mais de 40 minutos. Entre 75% e 85% vc passa para o patamar de competição, trabalho cardiovascular. Acima disso só pra quem está bem orientado, monitorado e ganhando grana com o esporte q pratica, não é recomendado para amadores. Tem ajustes a serem feitos nesses valores, mas o básico é isto. Um exemplo numérico simples: cabra de 40 anos, frequencia máxima 220-40 = 180 (100%), treino evapora bacon entre 117bpm (65%) e 135bpm (75%), porrada no peito máxima é de 153bpm. Tem monitores de diversas marcas e preços. Eu uso um fusquinha da oregon q custa 100 pratas. Marca hora e os batimentos. Tento manter acima de 130 a maioria do meu treino. Com isso em mente, o suor é garantido.


Pegar o treino acima de 75% é o mais desgastante, sua-se bastante e pode-se ajudar o corpo com a mente, mantendo o objetivo de batimentos e purgando as mazelas da vida pela sudorese e um grito ou outro durante a aula. Os impostos não serão perdoados, mas a gente pode espancar mentalmente esta camarilha q graça nas esferas de governo aqui e acolá.


Depois de pagar o preço com gasto de O2, o lance é fazer força comendo ferro. Série básica para grandes grupos musculares, no limite de força com 3 séries de 8 a 10 repetições por série. É um saco, mas dá resultados.

Novamente pode-se pensar em estrangular um ou outro político, funcionário da prefeitura ou mesmo centro avante do time q anda por ai tirando onda, mas gol q é bom nada. Enfim, em duas horas de academia vc pode matar um bando de gente e enxugar a sua banha.

Beber água e comer fazem parte, no verão então num dá pra ficar sem. Acho bem frutinha, carregar garrafinha dágua, mas num tem jeito. Vale a pena levar uma cheia de gelo e ir bebendo aos poucos. Comer eu como quase sempre barrinhas de proteina, na transição do spinning pra maromba.

Tenho tomado além do centrum, complexo B e uma carga de BCAA. Tenho sentido menos dores musculares desde então. Como não como carne de bicho q anda, tenho olhado com mais cuidado meu consumo de proteínas. Aliás, a dieta continua a base de grãos, frutas e legumes. Café e queijo tbém.

No mais é lamentar tanta tragédia nesse começo de ano e o excesso de Arrudas por aí.

Nenhum comentário:

TopBlog 2013

Gente que vai, gente que vem

Partizan FK do Andaraí

Partizan FK do Andaraí
Meu time de botão.

Pedra da Gávea 2011

Pedra da Gávea 2011
27.03.2011 powered by TRJ

Contadores do Obesity Help

Caminhando em 2010

Caminhando em 2010
Morro dos Cabritos - 9.01.2010

Flag Counter

free counters

Grutas em Maricá

Grutas em Maricá
20.01.2010

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ
31.01.2010 - Alto Mourão - Niterói/RJ

Armadilhas Orais

Margarinas, biscoitos, salgadinhos, sorvetes: esses alimentos são ricos em gordura hidrogenada, portanto, aumentam o colesterol ruim e diminuem o bom colesterol (que protege as artérias). Pele de aves, bacon, toucinho, gordura aparente das carnes: esses queridinhos do paladar masculino são ricos em gordura animal. Por isso, aumentam o colesterol e podem prejudicar a saúde cardiovascular. Café ou chá preto em excesso: pensa que só porque está colocando adoçante tudo está salvo? Essas bebidas contêm cafeína, que podem, em altas doses, favorecer o aumento da pressão arterial e dificultar o sono, além de provocar dor de cabeça em indivíduos sensíveis. Temperos prontos: esse ingrediente contém glutamato monossódico e conservantes que, se consumidos habitualmente, podem sobrecarregar a função hepática. Açúcar simples e doces: eles aumentam a glicemia e podem, no futuro, alterar a ação da insulina e serem uma das causas de síndrome metabólica (conjunto de doenças que aumentam as chances de doenças cardiovasculares). Alimentos industrializados e conservas: esses alimentos ou petiscos podem aumentar a pressão arterial, além de outros males à saúde, dependendo da opção, pois são muito gordurosos. Embutidos: os embutidos (salsicha, linguiça, salame), além de serem muito salgados e gordurosos, contêm nitrato na sua composição e essa substância pode causar enxaqueca. Bebidas alcoólicas: ninguém está te proibindo de tomar um copinho ou outro de vez em quando. Mas o hábito sobrecarrega o fígado e pode prejudicar, inclusive, a função cerebral. Frituras: principalmente as que comemos na rua, como pastel, você deve deixar de lado. O óleo é reaquecido diversas vezes, podendo causar a oxidação da gordura, o que é prejudicial para a circulação sanguínea. Isso não significa que em casa está liberado. Evite! Refrigerantes: essas bebidas, mesmo as que não têm açúcar, não são uma boa opção. Eles possuem muitos conservantes, corantes, estabilizantes (e alguns, também, adoçantes). Essas substâncias sobrecarregam o fígado para que sejam eliminadas. Além disso, alguns possuem cafeína também.

Diga não a NanoFobia

Diga não a NanoFobia
Adote um anão

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG
Cachoeira da Fumaça - São João Nepomuceno/ MG - Carnaval - 12-16/02/2010

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá - RJ/RJ

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá  - RJ/RJ
Travessia Pau da Fome/ Camorim - 1/05/2010

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ
Powered by Trilhas RJ - 15 e 16 de maio de 2010

Travessia Tijuca X Jacarepaguá

Travessia Tijuca X Jacarepaguá
Powered by Trilhas RJ - 8.8.2010

Blog do FutMesa Dadinho do Mecão

Dicas para uma dieta bacana

Comer bem não significa viver à base de produtos light e diet. Uma alimentação saudável contém mais produtos naturais e menos industrializados. Deve ter mais variedade e menos quantidade.

- Ficar muito tempo em jejum trava o metabolismo. Sem energia, o organismo passa a poupá-la. Alimentar-se a cada três ou quatro horas (cinco a seis refeições ao dia) é essencial para ter disposição e saúde e também para emagrecer.

- Começar o dia tomando café e se alimentando com carboidratos (como pães e frutas) é uma opção inteligente porque esse nutriente é fonte de glicose e energia. O cérebro só se abastece de glicose.

- Ao meio-dia, é estratégico comer proteína (carnes). Devido às suas propriedades nutricionais, o alimento evita a sensação de sonolência após o almoço. À noite, ao contrário do que pregam muitas dietas radicais, os carboidratos são opção porque estimulam os hormônios do sono e do bem-estar.

- Preparar-se para fazer lanches entre as refeições é simples. Não é motivo de vergonha levar um sanduíche com pão integral ao trabalho. "Na hora da fome ninguém pensa e, sem nenhum alimento saudável à vista, é mais fácil se render às guloseimas", diz Tatiana.

- A proteína do soro do leite (whey protein) pode ser introduzida sem medo na alimentação. É um produto industrializado, mas de alto valor biológico (150%) e de fácil digestão.

- Para conquistar uma vida saudável, combine alimentação equilibrada com a prática de exercícios físicos.


As dicas são da nutricionista Tatiana Ferraz, de São Paulo para o blog Missão de Peso

TwitPic

Blogs Chapa Quente