segunda-feira, janeiro 11, 2010

Pontos de Vista


Algumas pessoas insistem em perguntar pq se sobe uma montanha, até o Seinfeld já fez piada com isso e logicamente, foi devidamente traduzido e incorporado no repertório de comédia em pé q graça nos palcos do RJ, a capital mundial da clonagem de besteirol.


Subir uma trilha emagrece, isso me bastaria, mas tem mais, muito mais. Vc sua como um cabrito montês, treina o senso de equilíbrio, ganha força mental, ainda mais qdo fica meio sozinho na trilha, pois tem q tomar decisões a curtíssimo prazo, onde colocar o pé para o próximo passo, acelerar para chegar no pelotão de frente ou reduzir para se juntar ao grupo fecha trilha? Manter o ritmo ou dar uma respirada a mais? Além disso a própria trilha treina a cabeça da gente, as vezes a inclinação aumenta, exigindo mais da caixa, as vezes ela alivia e vc se refaz. Depois de um tempo vc acha q vai acabar logo, mas o bom mesmo é não se importar com isso e subir, manter o foco apenas no próximo passo e na respiraçao no limite do controle. Vc compete e assume suas faltas, exerce suas maldades, qdo olha para alguém q para no meio do caminho. Exerce solidariedade ajudando alguém próximo. Dá polimento no orgulho ao rejeitar a solidariedade alheia. O clichê de q o caminho é paradigma de vida é real.

Subir, ver as coisas do alto, de um ponto de vista diferente. Tomar consciencia do espaço urbano, sacar melhor a cidade, ter noção de onde se está. Qdo se sobe o morro se descobre isso tudo. A Cidade se mostra de uma maneira diferente, vc começa a ver pq as coisas e os fatos se conectam, como as obras se apresentam. Do alto vc aprende um pouco de urbanismo, geografia e lógico educação física, tudo junto e misturado. Acho q todo Prefeito deveria subir o Pico da Tijuca uma vez por ano. Lá tem até escada, de helicóptero o cara ve a cidade em 5 minutos e depois vai pra Paris esquecer dela. O amor por algo q faz a gente suar e perder o folego não tem preço.

A gente sobe o morro pq lá em cima a Cidade é mais bonita, a vista encanta, tem a nostalgia dos filmes mudos, com trilha do Uakti ventania e folhas. A agua desce mais q gostosa, qquer barra de cereal vira iguaria. Ate mesmo os ralados de uma ou outra derrapada são positivas, marcam picos de adrenalina num cérebro imerso na modorra cotidiana. Respirar ar bom, curtir a vista, brincar de fotógrafo ou só contemplar. Mudar de ponto de vista tem seu preço. É muito bom saber q temos cacife para bancá-lo.

Ainda com cliches, vc pode estabelecer metas de curto, medio e longo prazo. Pedras angulares na trajetória q se busca, imaginar uma caminhada na Patagonia ou no Nepal como meta de longo Prazo, Diamantina a médio e a travessia Imperial a curto, por exemplo.

Enfim, muitas são as razões q existem para subir o morro, mas a que interessa mesmo é q lá em cima é bonito pra caramba!

Nenhum comentário:

TopBlog 2013

Gente que vai, gente que vem

Partizan FK do Andaraí

Partizan FK do Andaraí
Meu time de botão.

Pedra da Gávea 2011

Pedra da Gávea 2011
27.03.2011 powered by TRJ

Contadores do Obesity Help

Caminhando em 2010

Caminhando em 2010
Morro dos Cabritos - 9.01.2010

Flag Counter

free counters

Grutas em Maricá

Grutas em Maricá
20.01.2010

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ
31.01.2010 - Alto Mourão - Niterói/RJ

Armadilhas Orais

Margarinas, biscoitos, salgadinhos, sorvetes: esses alimentos são ricos em gordura hidrogenada, portanto, aumentam o colesterol ruim e diminuem o bom colesterol (que protege as artérias). Pele de aves, bacon, toucinho, gordura aparente das carnes: esses queridinhos do paladar masculino são ricos em gordura animal. Por isso, aumentam o colesterol e podem prejudicar a saúde cardiovascular. Café ou chá preto em excesso: pensa que só porque está colocando adoçante tudo está salvo? Essas bebidas contêm cafeína, que podem, em altas doses, favorecer o aumento da pressão arterial e dificultar o sono, além de provocar dor de cabeça em indivíduos sensíveis. Temperos prontos: esse ingrediente contém glutamato monossódico e conservantes que, se consumidos habitualmente, podem sobrecarregar a função hepática. Açúcar simples e doces: eles aumentam a glicemia e podem, no futuro, alterar a ação da insulina e serem uma das causas de síndrome metabólica (conjunto de doenças que aumentam as chances de doenças cardiovasculares). Alimentos industrializados e conservas: esses alimentos ou petiscos podem aumentar a pressão arterial, além de outros males à saúde, dependendo da opção, pois são muito gordurosos. Embutidos: os embutidos (salsicha, linguiça, salame), além de serem muito salgados e gordurosos, contêm nitrato na sua composição e essa substância pode causar enxaqueca. Bebidas alcoólicas: ninguém está te proibindo de tomar um copinho ou outro de vez em quando. Mas o hábito sobrecarrega o fígado e pode prejudicar, inclusive, a função cerebral. Frituras: principalmente as que comemos na rua, como pastel, você deve deixar de lado. O óleo é reaquecido diversas vezes, podendo causar a oxidação da gordura, o que é prejudicial para a circulação sanguínea. Isso não significa que em casa está liberado. Evite! Refrigerantes: essas bebidas, mesmo as que não têm açúcar, não são uma boa opção. Eles possuem muitos conservantes, corantes, estabilizantes (e alguns, também, adoçantes). Essas substâncias sobrecarregam o fígado para que sejam eliminadas. Além disso, alguns possuem cafeína também.

Diga não a NanoFobia

Diga não a NanoFobia
Adote um anão

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG
Cachoeira da Fumaça - São João Nepomuceno/ MG - Carnaval - 12-16/02/2010

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá - RJ/RJ

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá  - RJ/RJ
Travessia Pau da Fome/ Camorim - 1/05/2010

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ
Powered by Trilhas RJ - 15 e 16 de maio de 2010

Travessia Tijuca X Jacarepaguá

Travessia Tijuca X Jacarepaguá
Powered by Trilhas RJ - 8.8.2010

Blog do FutMesa Dadinho do Mecão

Dicas para uma dieta bacana

Comer bem não significa viver à base de produtos light e diet. Uma alimentação saudável contém mais produtos naturais e menos industrializados. Deve ter mais variedade e menos quantidade.

- Ficar muito tempo em jejum trava o metabolismo. Sem energia, o organismo passa a poupá-la. Alimentar-se a cada três ou quatro horas (cinco a seis refeições ao dia) é essencial para ter disposição e saúde e também para emagrecer.

- Começar o dia tomando café e se alimentando com carboidratos (como pães e frutas) é uma opção inteligente porque esse nutriente é fonte de glicose e energia. O cérebro só se abastece de glicose.

- Ao meio-dia, é estratégico comer proteína (carnes). Devido às suas propriedades nutricionais, o alimento evita a sensação de sonolência após o almoço. À noite, ao contrário do que pregam muitas dietas radicais, os carboidratos são opção porque estimulam os hormônios do sono e do bem-estar.

- Preparar-se para fazer lanches entre as refeições é simples. Não é motivo de vergonha levar um sanduíche com pão integral ao trabalho. "Na hora da fome ninguém pensa e, sem nenhum alimento saudável à vista, é mais fácil se render às guloseimas", diz Tatiana.

- A proteína do soro do leite (whey protein) pode ser introduzida sem medo na alimentação. É um produto industrializado, mas de alto valor biológico (150%) e de fácil digestão.

- Para conquistar uma vida saudável, combine alimentação equilibrada com a prática de exercícios físicos.


As dicas são da nutricionista Tatiana Ferraz, de São Paulo para o blog Missão de Peso

TwitPic

Blogs Chapa Quente