segunda-feira, maio 30, 2011

Inverno: Fome e Birita


O termometro cai, a fome aumenta assim como a vontade de não fazer nada fora dos domínios da cobertura de um edredon. Vontade é uma coisa q só é superada por outra coisa igual e de pulsão contrária. Tem q se levantar, sair e encarar o mundo lá fora.

O bom de fazer algo físico no inverno é q qdo chegamos a suar, significa q já estamos evaporando bacon há algum tempo. A fome do pós treino é bem vinda, segurar a onda aí tbem seria demais. A boa é ter um repertório bacana de caldos e sopas a mão. No ruim de tudo até sopa Maggi rola, mas é melhor deixar isso pra trilhas e outros perrengues. Dentro do princípio de Lavoisier, a gente não precisa ser o Gordon Ramsay pra fazer um ranguinho esperto. O feijão é gde aliado destes improvisos, algum legume no vapor, um macarrãozinho cozido, duas conchas da leguminosa batida no liquidificador e temos ai uma sopa. Com o feijão pronto não se gasta 10 minutos pra fazer isso.

Se a boa for fazer algo mais fronhonhóim, mantenha cogumelos secos por perto. Deixe de molho pro dia seguinte e com um pouco de batata, noz moscada e requeijão vira uma sopa do piru. Essa eu terei de fazer em vídeo.

Ginástica é limpar a casa sem esconder nada debaixo do tapete. Não tem como fugir dela. Dentro deste princípio, estando na academia honre sua mensalidade, sua disponibilidade de tempo e paciencia de estar ali, faça isso treinando. Muita gente lê ou escuta em algum lugar q uma aula de spinning gasta mais de 600 kcal e se apresenta na sala, sobe na bicicleta e faz a aula. Só q esquecem q se não pedalar com vontade não tem como a banha acumulada mudar de lugar.

Todo mundo hj em dia fala de meio ambiente e tantos outros elementos naturais e climáticos. Acho q um gde equívoco q cometemos sempre é nos preocuparmos muito mais na reengenharia do clima e das estações do ano do q viver e aproveitar o q cada uma nos dá de melhor. Tá frio, chuvoso? Pega uma capa ou um casaco impermeavel e vai a luta. Tá calor sai de bermuda e camiseta e segue em frente.

Toca o bonde!

PS: A birita? Beberam em forma de cachaça e vinho cambada de baderneiros zona Norte carioca entorna tudo.

sexta-feira, maio 20, 2011

O Excelente não pode estragar o bom II



A ignorância é uma benção.

Eu acreditava nisso, sempre pensei que desconhecer alguma coisa muito boa, mas de acesso restrito, seria algo melhor que provar esta coisa vez por outra. Isto pode facilmente desdobrar em um comportamento adicto. E em termos de comida, bebidas e outras ingestas é.

Ok, vc bebeu um vinho de 200 US$ a garrafa em um viagem que fez em sua última estada no exterior. Hj está na Lapa e diante de uma caneca de 3 reais de cantina da serra, daí vc tem duas opções: se divertir com isso ou encher o saco de seus amigos falando pela décima vez sobre esta maldita garrafa de 200 US$.

A vida é para ser vivida no espaço-tempo, recordar pode ser viver se feito sem lamúrias. Não podemos trazer recordações que nos faça infelizes agora. Pra que? O futuro trará problemas, seu presente nunca é pleno, recordações ruins só deveriam servir de motivação para tocar o barco adiante.

Hj com estomago nanico, opção vegetariana ligada, nenhuma ingesta de líquidos gasosos, seria mentira dizer que não sinto falta de festivais pantagruélicos regados a cocacola e costelinha de porco. Nào sou petfreak, gosto de bichinhos de estimação mas prefiro ter times de botão, minha consciencia ecológica sabe q a pecuária detonam a camada de ozônio com arrotos e peidos de bois e outros bichos. Mas sim, tenho ainda um ou outro sapato de couro, alguns comprados por estética outros por preço mesmo.

Sim, eu gostaria de viver num mundo em q o mínimo de educação fosse regulado por uma gentileza cordata e inconteste. Mas o mundo no fim é uma cloaca medieval, onde o mesmo ecologista pósgraduado, leitor e cinéfilo fuma e vomita ao ar livre pra quem quiser ver. Todos somos Jekyll e Hyde, o segredo é como e onde manifestar estas personas. Conviver com a própria estupidez é uma arte. Aprender algo novo todos os dias é o que importa. Talvez a única coisa q possa libertar a gente de verdade.

O conhecimento é uma benção.

quinta-feira, maio 05, 2011

Gordura confere realidade a peça publicitária?

Tem um comercial de celulares, que diz ser gravado com consumidores reais, com uma bela edição e texto muito bem ensaiado, cameras com estética clássica muito bem decupadas. Mostrando uma promoção de assinatura de serviço de telefonia, com celulares "grátis" pagos em suaves prestações diluídas no cantinho de contas subsequentes. Confessado por vendedores trambiqueiros manifestos, os clientes fazem cara de não entender e invariavelmente questionam com indignação a promoção.

Alguns planos são verdes, pra lembrar cameras de circuito fechado, contudo em alta resolução, mais parecida com truque de Avid q qquer outra coisa. Vc pode até comprar essa brincadeira de faz de conta se quiser, contudo, o que faz vc ficar na dúvida é qdo estampam dois gordos na encenação, gordos indignados com o vendedor trambiqueiro.

Se a gente é gordo dificilmente parte pro confronto, entuba, por ansiedade, constrangimento. O gordo mal sentado num setor de atendimento, vestido de almofada num sac branco, minimalista e geralmente com cadeiras frágeis ou no mínimo instáveis, quer encerrar tudo rapidamente.

A gordura que daria realidade ao comercial na testa de toda aquela galera maquiada na tela de tv. Cenas reais meu ovo.

segunda-feira, maio 02, 2011

Olhando para o Interior

Esse papo furadbo sempre me remete a promessas de campanha a presidencia e cargos menores. Se fala muito no interior e no Brasil como celeiro do mundo em época de corrida eleitoral (ou seria eleitoreira?).
Ando de saco cheio com contextualizações, explicações e legendas mas tbém sei q muitas vezes o corte seco pode nos deixar diante do vazio entre nossas orelhas, pelo menos no q diz respeito a história q está sendo contada.

Voltando ao papo de interior, vejo como minha primeira impressão com a palavra interior está equivocada, num blog pessoal, de subjetividades de um cara obeso não haveria como entrar este papo de corrida eleitoreira (eleitoral? nunca sei a diferença). A menos de uma contextualização estapafúrdia como essa.

Aliás, poderia lançar uma outra idéia do nada aqui, comparando minisséries, cinemas e novelas brazucas e o saco da contextualização melodramática comparados ao avanço da história pelo corte. A dificuldade q temos de encarar histórias q andam pelo q falta, e não pelo excesso de informação.
O difícil de encarar o escasso é pq vc tem q trazer aquilo q seus sapatos carregam por aí, não te trazem nada por fora, não é uma loja de sorvetes em q aquilo q se escolhe vem do descarte. A opção gerada, original e no fim das contas é pessoal e intrasnferível.

Existem melodias boas tanto com tres notas quanto tres mil notas. Construir a prórpriatrilha sonora é que é complicado. Na dúvida aumente o ganho e faça uma microfonia.

TopBlog 2013

Gente que vai, gente que vem

Partizan FK do Andaraí

Partizan FK do Andaraí
Meu time de botão.

Pedra da Gávea 2011

Pedra da Gávea 2011
27.03.2011 powered by TRJ

Contadores do Obesity Help

Caminhando em 2010

Caminhando em 2010
Morro dos Cabritos - 9.01.2010

Flag Counter

free counters

Grutas em Maricá

Grutas em Maricá
20.01.2010

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ
31.01.2010 - Alto Mourão - Niterói/RJ

Armadilhas Orais

Margarinas, biscoitos, salgadinhos, sorvetes: esses alimentos são ricos em gordura hidrogenada, portanto, aumentam o colesterol ruim e diminuem o bom colesterol (que protege as artérias). Pele de aves, bacon, toucinho, gordura aparente das carnes: esses queridinhos do paladar masculino são ricos em gordura animal. Por isso, aumentam o colesterol e podem prejudicar a saúde cardiovascular. Café ou chá preto em excesso: pensa que só porque está colocando adoçante tudo está salvo? Essas bebidas contêm cafeína, que podem, em altas doses, favorecer o aumento da pressão arterial e dificultar o sono, além de provocar dor de cabeça em indivíduos sensíveis. Temperos prontos: esse ingrediente contém glutamato monossódico e conservantes que, se consumidos habitualmente, podem sobrecarregar a função hepática. Açúcar simples e doces: eles aumentam a glicemia e podem, no futuro, alterar a ação da insulina e serem uma das causas de síndrome metabólica (conjunto de doenças que aumentam as chances de doenças cardiovasculares). Alimentos industrializados e conservas: esses alimentos ou petiscos podem aumentar a pressão arterial, além de outros males à saúde, dependendo da opção, pois são muito gordurosos. Embutidos: os embutidos (salsicha, linguiça, salame), além de serem muito salgados e gordurosos, contêm nitrato na sua composição e essa substância pode causar enxaqueca. Bebidas alcoólicas: ninguém está te proibindo de tomar um copinho ou outro de vez em quando. Mas o hábito sobrecarrega o fígado e pode prejudicar, inclusive, a função cerebral. Frituras: principalmente as que comemos na rua, como pastel, você deve deixar de lado. O óleo é reaquecido diversas vezes, podendo causar a oxidação da gordura, o que é prejudicial para a circulação sanguínea. Isso não significa que em casa está liberado. Evite! Refrigerantes: essas bebidas, mesmo as que não têm açúcar, não são uma boa opção. Eles possuem muitos conservantes, corantes, estabilizantes (e alguns, também, adoçantes). Essas substâncias sobrecarregam o fígado para que sejam eliminadas. Além disso, alguns possuem cafeína também.

Diga não a NanoFobia

Diga não a NanoFobia
Adote um anão

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG
Cachoeira da Fumaça - São João Nepomuceno/ MG - Carnaval - 12-16/02/2010

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá - RJ/RJ

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá  - RJ/RJ
Travessia Pau da Fome/ Camorim - 1/05/2010

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ
Powered by Trilhas RJ - 15 e 16 de maio de 2010

Travessia Tijuca X Jacarepaguá

Travessia Tijuca X Jacarepaguá
Powered by Trilhas RJ - 8.8.2010

Blog do FutMesa Dadinho do Mecão

Dicas para uma dieta bacana

Comer bem não significa viver à base de produtos light e diet. Uma alimentação saudável contém mais produtos naturais e menos industrializados. Deve ter mais variedade e menos quantidade.

- Ficar muito tempo em jejum trava o metabolismo. Sem energia, o organismo passa a poupá-la. Alimentar-se a cada três ou quatro horas (cinco a seis refeições ao dia) é essencial para ter disposição e saúde e também para emagrecer.

- Começar o dia tomando café e se alimentando com carboidratos (como pães e frutas) é uma opção inteligente porque esse nutriente é fonte de glicose e energia. O cérebro só se abastece de glicose.

- Ao meio-dia, é estratégico comer proteína (carnes). Devido às suas propriedades nutricionais, o alimento evita a sensação de sonolência após o almoço. À noite, ao contrário do que pregam muitas dietas radicais, os carboidratos são opção porque estimulam os hormônios do sono e do bem-estar.

- Preparar-se para fazer lanches entre as refeições é simples. Não é motivo de vergonha levar um sanduíche com pão integral ao trabalho. "Na hora da fome ninguém pensa e, sem nenhum alimento saudável à vista, é mais fácil se render às guloseimas", diz Tatiana.

- A proteína do soro do leite (whey protein) pode ser introduzida sem medo na alimentação. É um produto industrializado, mas de alto valor biológico (150%) e de fácil digestão.

- Para conquistar uma vida saudável, combine alimentação equilibrada com a prática de exercícios físicos.


As dicas são da nutricionista Tatiana Ferraz, de São Paulo para o blog Missão de Peso

TwitPic

Blogs Chapa Quente