quarta-feira, maio 19, 2010

Intensidade e Endurance no Peito do Pombo

Neste último final de semana, numa extensão das comemorações do meu aniversário
ainda dentro da busca de novos paradigmas, rolou uma viagem alternativa. Bem alternativa. Já estava mais q programado ir pro Sana com o grupo do TrilhasRJ numa pequena trip de dois dias. Cargueira pronta tres dias antes com, barraca, saco de dormir, isolante, 3 mudas de roupa: duas calças bermudas, 3 camisas dry fit, 2 camisas manga comprida, 1 calça speedo, casaco, gorro, cachecol, luvas de lã, 3 bermudas suplex, kit primeiro socorros, panelas de camping, kit higiene e um kit rango.
Ah sim, mochilinha de ataque, pochete charmosa e cantis. Para os pés duas meias por muda de roupas, bota e crocs. Mochilão com quase 15Kg.
As sete e meia no ponto de encontro, as oito começamos a rodar. Segundo ponto de encontro e no meio da estrada um bom café. Rumo a Casimiro de Abreu, desvio pruma estradinha para Barra do Sana. A partir daí é um rafting terrestre. A estrada é muito ruim, mas a paisagem muda e aos poucos vc ve o q te espera, rio com águas cristalinas, montanhas e muito verde. Chegamos no Camping Jatobá, montamos acampamento e daí fomos caçar o q comer. É chato, mas aí eu me destaquei da tropa, achei uma padaria e mandei mesmo um café com queijo prato fatiado pra dentro. Me reuni com outros desgarrados e mandei mais uma carga de queijo com guaraviton. Nos juntamos no camping e por volta de 14h partimos pro circuito de cachoeiras. Trilha padrão, inclinação moderada alguns pontos com lama e finalmente um Rio q te faz tirar a bota. Mais lama e finalmente aparece as sete quedas e em seguida o poço e finalmente a "praia" do Sana.Desta vez, levei uma maquininha fotografica point and shoot, uma samsung. Alem de ser de mais simples operação, a vantagem de te-la sempre a mão possibilitaria uma egotrip maior, tenho feito poucas fotos nas ultimas trilhas q fiz, curiosamente as ultimas foram das mais duras q fiz ate aqui, Sino, Travessia PaudaFome Camorim e agora essa no Sana. A maquina mais sofisticada exige uma atenção maior q posso dar em momentos de cansaço e de perrengue. Além é claro dela ser um peso extra q na variação de cota, irrita sobremaneira. Contudo, o resultado faz a gente querer levar a maquina la novamente, ja estou organizado para um pernoite no Sino semana q vem. Mas vamos em frente na caça ao Pombo. De volta ao Camping por volta de 18h estavamos liberados com aviso de partida para o Peito do Pombo no dia seguinte as 7h da manhã.
Aí começam as diferenças entre vc estar num camping bacana ou estar num furdunço. Alem do nosso grupo, tinha uma convenção de jeepeiros e mais uns dois grupos gdes alem do nosso. Chegamos logicamente com banho de cachoeira na prélavagem, mas houve quem evitou a agua fria e lógico, sabão faz parte. Em pouco tempo todos estavamos no esquema e fomos dar um bordejo no Sana. Uma praça, alguns barzinhos e vc viu tudo.
Dormir numa barraca de 2 lugares é relevante claustrofobicamente falando. A noite foi longa. Meu jantar, como o almoço, foi café com queijo. Os grupos animados cantavam MPB com viola e percussão, alem de vocalizações tão animadas qto desafinadas. Isso é o inferno.
A saturação aumenta, pois o cansaço é real, a vontade de dormir tbém, assim como a consciencia de q o dia seguinte esta chegando e a trilha de 4h é punk. Vc começa a pensar em chacina de famílias quando lá fora cantam milton nascimento, pq diabos alguem tem de cantar Maria Maria sempre nesses encontros acústicos? To quase dormindo qdo a fome aperta. Pego minhas panelas, dois saquinhos de sopa instantanea e vou a cozinha do camping. O consumo da marvada faz parte do roteiro dos outros grupos, churrasco e comilança também. A cozinha esta uma zona. Pior é descobrir q não tem fósforos, só caixas vazias. Depois de uma hora e meia dentro do domingo do pombo, consigo acender uma boca de fogão. Qdo minha agua esta fervendo, minhas sopinhas secas no copinho aguardando a hidratação, lógico aparece alguem pra fritar uma linguiça. To uma bicha sensível, o cheiro de carne frita me deixa enjoado. Vou engolir minhas sopas longe dali. De barriga forrada volto pro meu cocoon e vou conseguir dormir quase 3h da manhã. Acordo com a alvorada poucas horas depois. O pessoal encara o café da manhã, deste pra variar consumo o queijo. Em priscas eras o pão, o bolo e principalmente o presunto seriam muito bem usados pelo Tulio, q certamente não chegaria ao Peito do Pombo algumas horas adiante.
Antes das 8h estavamos na trilha. Passamos a entrada das cachoeiras do dia anterior e seguimos, numa inclinação moderada, ritmo bom, descansos marcados nas fontes de agua q tem ao longo do caminho.
A trilha para o Peito do Pombo é um longo movimento de flanqueio. Vc "arrodeia" a pedra q a sustenta, o chato é ver q as indicações da trilha estão vandalizadas, como senão bastasse a dificuldade natural de encara-la, parece rolar um corporativismo local para q vc visite a pedra somente com os guias da terra. Bem vindos ao flowerpower do século XXI. Qdo vc começa a avistar o pombo no alto da Pedra, o gás aumenta.
Andamos até um rio com um tronco como ponte, prum cara consciente do peso e da pouca habilidade com obstáculos naturais devo admitir q piscou a situação lá embaixo. Mas grupo é grupo e dele veio a força: atravessa isso aí mané! tá com medinho? anda logo!!! Se vc não for eu não vou tbém.
Aí eu tive de ir. Sabendo q a volta seria pelo mesmo lugar. Entramos no pasto e o chão forrado de bosta e buraco é a gde fonte de atenção. O capim alto, camufla e engana. O tombo pode ser duro, pq alguns buracos são mais fundos q uma perna. Muita bosta de vaca, algumas secas e antigas, fariam a felicidade de quem cultiva plantas em pequenos espaços. Lembrei do meu avô. Ele me levava ao pasto de São João Nepomuceno para catar bosta seca para espalhar no jardim da casa. Bosta molhada queima a planta.
Bosta seca tbém é veículo QSP do cânhamo consumido por filósofos e vagabundos. Lembrei também de doces amigos fumadores de bosta de vaca. Fui punido por Jah e tomei mais um tombo. O terceiro só na ida. Finalmente chegamos na saída do pasto e ali fizemos a foto oficial da jornada. Este foi o último momento lúdico, daí pra frente foi dureza extrema. A pirambeira vai de moderada a punk HC em 2 minutos. Foi mais de uma hora saindo na porrada com o chão. Aos poucos vc vai ficando entre duas vontades e uma pergunta: desistir, chegar e o q eu estou fazendo nesta merda? O ar tem preço, a água tem preço, o gelzinho de limão vira iguaria fina e dá o levante necessário. De repente um grito lá de cima, Chegamos Argentino! sim a camisa do dia anterior virou designação do FDS. Tres subidas de corda e o pessoal ta de piqenique armado no alto da Pedra. Ao fundo o Peito do Pombo. Uma formação bizarra, q poderia ser assinada por um artista foronfonfóin de arte contemporânea. Aquela verruga de montanha vista lá debaixo se impõe, mostra como escala pode oprimir ou ter nobreza. O pombo é lindo. To exausto, como algumas besteiras merecidas, bebo minha agua e fico ali prostrado. Mais uma vez o grupo dá forças. Ja tem gente gritando debaixo do Pombo, aos poucos o piquenique se esvai, todo mundo vai pra baixo do pombo. Quero ficar ali. Mas o grupo me puxa.Aos poucos as fotos se esgotam, o folego recobrado começamos a descer, o mesmo caminho por volta de 15:30h estou no camping vendo banho e me arrumando pra voltar pra casa. Ja'pensando qdo irei voltar trazendo minha camera boa pra fzer fotos do pombo. A certeza de q ideal seria voltar com o grupo, pq ele puxa forças q as vezes a gente desconhece. Obrigado a todos, especialmente ao Sylvio, Jourdan, Cláudia, Dimitri, Lucien, Alencar, ao Casal q deu gas na subida infernal e as Sandras q me zoaram bastante.
As 8:30 da noite eu ja estava jogando minha cargueira no chão da minha casa, louco pra ver as fotos q fiz e principalmente ver as fotos alheias as minhas, com a certeza de q esta jornada valeu muito a pena.
Até a próxima.



Nenhum comentário:

TopBlog 2013

Gente que vai, gente que vem

Partizan FK do Andaraí

Partizan FK do Andaraí
Meu time de botão.

Pedra da Gávea 2011

Pedra da Gávea 2011
27.03.2011 powered by TRJ

Contadores do Obesity Help

Caminhando em 2010

Caminhando em 2010
Morro dos Cabritos - 9.01.2010

Flag Counter

free counters

Grutas em Maricá

Grutas em Maricá
20.01.2010

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ
31.01.2010 - Alto Mourão - Niterói/RJ

Armadilhas Orais

Margarinas, biscoitos, salgadinhos, sorvetes: esses alimentos são ricos em gordura hidrogenada, portanto, aumentam o colesterol ruim e diminuem o bom colesterol (que protege as artérias). Pele de aves, bacon, toucinho, gordura aparente das carnes: esses queridinhos do paladar masculino são ricos em gordura animal. Por isso, aumentam o colesterol e podem prejudicar a saúde cardiovascular. Café ou chá preto em excesso: pensa que só porque está colocando adoçante tudo está salvo? Essas bebidas contêm cafeína, que podem, em altas doses, favorecer o aumento da pressão arterial e dificultar o sono, além de provocar dor de cabeça em indivíduos sensíveis. Temperos prontos: esse ingrediente contém glutamato monossódico e conservantes que, se consumidos habitualmente, podem sobrecarregar a função hepática. Açúcar simples e doces: eles aumentam a glicemia e podem, no futuro, alterar a ação da insulina e serem uma das causas de síndrome metabólica (conjunto de doenças que aumentam as chances de doenças cardiovasculares). Alimentos industrializados e conservas: esses alimentos ou petiscos podem aumentar a pressão arterial, além de outros males à saúde, dependendo da opção, pois são muito gordurosos. Embutidos: os embutidos (salsicha, linguiça, salame), além de serem muito salgados e gordurosos, contêm nitrato na sua composição e essa substância pode causar enxaqueca. Bebidas alcoólicas: ninguém está te proibindo de tomar um copinho ou outro de vez em quando. Mas o hábito sobrecarrega o fígado e pode prejudicar, inclusive, a função cerebral. Frituras: principalmente as que comemos na rua, como pastel, você deve deixar de lado. O óleo é reaquecido diversas vezes, podendo causar a oxidação da gordura, o que é prejudicial para a circulação sanguínea. Isso não significa que em casa está liberado. Evite! Refrigerantes: essas bebidas, mesmo as que não têm açúcar, não são uma boa opção. Eles possuem muitos conservantes, corantes, estabilizantes (e alguns, também, adoçantes). Essas substâncias sobrecarregam o fígado para que sejam eliminadas. Além disso, alguns possuem cafeína também.

Diga não a NanoFobia

Diga não a NanoFobia
Adote um anão

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG
Cachoeira da Fumaça - São João Nepomuceno/ MG - Carnaval - 12-16/02/2010

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá - RJ/RJ

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá  - RJ/RJ
Travessia Pau da Fome/ Camorim - 1/05/2010

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ
Powered by Trilhas RJ - 15 e 16 de maio de 2010

Travessia Tijuca X Jacarepaguá

Travessia Tijuca X Jacarepaguá
Powered by Trilhas RJ - 8.8.2010

Blog do FutMesa Dadinho do Mecão

Dicas para uma dieta bacana

Comer bem não significa viver à base de produtos light e diet. Uma alimentação saudável contém mais produtos naturais e menos industrializados. Deve ter mais variedade e menos quantidade.

- Ficar muito tempo em jejum trava o metabolismo. Sem energia, o organismo passa a poupá-la. Alimentar-se a cada três ou quatro horas (cinco a seis refeições ao dia) é essencial para ter disposição e saúde e também para emagrecer.

- Começar o dia tomando café e se alimentando com carboidratos (como pães e frutas) é uma opção inteligente porque esse nutriente é fonte de glicose e energia. O cérebro só se abastece de glicose.

- Ao meio-dia, é estratégico comer proteína (carnes). Devido às suas propriedades nutricionais, o alimento evita a sensação de sonolência após o almoço. À noite, ao contrário do que pregam muitas dietas radicais, os carboidratos são opção porque estimulam os hormônios do sono e do bem-estar.

- Preparar-se para fazer lanches entre as refeições é simples. Não é motivo de vergonha levar um sanduíche com pão integral ao trabalho. "Na hora da fome ninguém pensa e, sem nenhum alimento saudável à vista, é mais fácil se render às guloseimas", diz Tatiana.

- A proteína do soro do leite (whey protein) pode ser introduzida sem medo na alimentação. É um produto industrializado, mas de alto valor biológico (150%) e de fácil digestão.

- Para conquistar uma vida saudável, combine alimentação equilibrada com a prática de exercícios físicos.


As dicas são da nutricionista Tatiana Ferraz, de São Paulo para o blog Missão de Peso

TwitPic

Blogs Chapa Quente