terça-feira, março 09, 2010

Função Inversa, Crueldades e desfassatez


Uma coisa bastante irritante prum cara gordo é perguntar quanto ele pesa (já pesou, seu peso máximo, coisas deste tipo). Se a conversa for no meio de muita gente, podes crer que é derrubada. Eu me irrito, procuro não acusar o golpe, mas nunca passa batido. To com esse blog aqui onde eu coloco todos estes dados, geralmente procuro responder essas saias justas de primeira. Pior qdo depois de dizer a cifra, a interjeição do outro lado denota espanto. Quase sempre de pessoas com passado/presente paquidérmico como o meu. Pois bem, que se dane. Na próxima vez que me perguntarem talvez eu responda de primeira, ou erre o tempo de bola e transforme isso numa voadora.

O gordo é um bicho q sofre com a crueldade alheia, afinal o calcanhar de aquiles está ali no primeiro plano. Qquer que seja o debate o nervo a mostra pede uma dedada: Eu prefiro verde, eu gosto de azul e você seu gordo qual acha melhor? Poxa adorei aquele filme, eu também. Poxa gente, aquele filme tem um roteiro fraco... Porra gordo vc é muito chato. Já fui a um show em q na hora da jam (momento em q os artistas improvisam) todos iam solando em cima do tema, piano, bateria, sax e um baixista gordo. Todos se apresentaram, qdo chegou a vez do gordo solar, dois passinhos a frente, um slap com harmonico engatando um grito da platéia: AE GORDÃO!. Dois passinhos atrás e o solo acabou com o gordo tristinho. Na hora do time contra, gordo fica barrado, ou é levado com ódio pelo perdedor do par ou ímpar. É condenado ao gol e fica ali, com seu shortinho cavado tomando bolada. Enfim, muitos são os exemplos.

Qdo o maldito consegue emagrecer se transforma num tirano. Repara no q os outros comem, fala mal de tudo, entra numa de Cromwell das calorias. E lógico, pensa em suas pequenas vinganças e acaba exercendo seu pequeno poder em seus pares.

No caso mais específico do gastroplastizado, acho isso mais grave ainda. A maioria acredita q estirpar o estomago foi a cura da doença. Em pouco tempo alcança bons resultados, joga fora os sacos q usava como roupas, entra numas, aumenta o convívio social e em pouco tempo cai na tirania e no desbunde. A unica fuga que vejo desta condição é uma certa incorreção, exercer sempre um deboche para si próprio. Tomar conta do próprio metro quadrado. Sinceramente, liberdade tbém é pouco se importar com terceiros. De maneira ampla isso implica em viver e deixar viver. Antes de reparar se o alerta de outra esta ligado, procuro no painel do meu carro se tem algo piscando. Eu sei q posso ajudar outras pessoas, mas primeiro procuro ajudar a mim mesmo, pois sei q nessa vida maluca o mesmo drive de ajudar o outro passa pela crítica e a intromissão na vida alheia. Nem sempre vale a pena essa intervenção.

Coma seu gordo e seja feliz!

Um comentário:

Amanda Tenório disse...

sempre quis brincar de gangorra

TopBlog 2013

Gente que vai, gente que vem

Partizan FK do Andaraí

Partizan FK do Andaraí
Meu time de botão.

Pedra da Gávea 2011

Pedra da Gávea 2011
27.03.2011 powered by TRJ

Contadores do Obesity Help

Caminhando em 2010

Caminhando em 2010
Morro dos Cabritos - 9.01.2010

Flag Counter

free counters

Grutas em Maricá

Grutas em Maricá
20.01.2010

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ
31.01.2010 - Alto Mourão - Niterói/RJ

Armadilhas Orais

Margarinas, biscoitos, salgadinhos, sorvetes: esses alimentos são ricos em gordura hidrogenada, portanto, aumentam o colesterol ruim e diminuem o bom colesterol (que protege as artérias). Pele de aves, bacon, toucinho, gordura aparente das carnes: esses queridinhos do paladar masculino são ricos em gordura animal. Por isso, aumentam o colesterol e podem prejudicar a saúde cardiovascular. Café ou chá preto em excesso: pensa que só porque está colocando adoçante tudo está salvo? Essas bebidas contêm cafeína, que podem, em altas doses, favorecer o aumento da pressão arterial e dificultar o sono, além de provocar dor de cabeça em indivíduos sensíveis. Temperos prontos: esse ingrediente contém glutamato monossódico e conservantes que, se consumidos habitualmente, podem sobrecarregar a função hepática. Açúcar simples e doces: eles aumentam a glicemia e podem, no futuro, alterar a ação da insulina e serem uma das causas de síndrome metabólica (conjunto de doenças que aumentam as chances de doenças cardiovasculares). Alimentos industrializados e conservas: esses alimentos ou petiscos podem aumentar a pressão arterial, além de outros males à saúde, dependendo da opção, pois são muito gordurosos. Embutidos: os embutidos (salsicha, linguiça, salame), além de serem muito salgados e gordurosos, contêm nitrato na sua composição e essa substância pode causar enxaqueca. Bebidas alcoólicas: ninguém está te proibindo de tomar um copinho ou outro de vez em quando. Mas o hábito sobrecarrega o fígado e pode prejudicar, inclusive, a função cerebral. Frituras: principalmente as que comemos na rua, como pastel, você deve deixar de lado. O óleo é reaquecido diversas vezes, podendo causar a oxidação da gordura, o que é prejudicial para a circulação sanguínea. Isso não significa que em casa está liberado. Evite! Refrigerantes: essas bebidas, mesmo as que não têm açúcar, não são uma boa opção. Eles possuem muitos conservantes, corantes, estabilizantes (e alguns, também, adoçantes). Essas substâncias sobrecarregam o fígado para que sejam eliminadas. Além disso, alguns possuem cafeína também.

Diga não a NanoFobia

Diga não a NanoFobia
Adote um anão

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG
Cachoeira da Fumaça - São João Nepomuceno/ MG - Carnaval - 12-16/02/2010

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá - RJ/RJ

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá  - RJ/RJ
Travessia Pau da Fome/ Camorim - 1/05/2010

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ
Powered by Trilhas RJ - 15 e 16 de maio de 2010

Travessia Tijuca X Jacarepaguá

Travessia Tijuca X Jacarepaguá
Powered by Trilhas RJ - 8.8.2010

Blog do FutMesa Dadinho do Mecão

Dicas para uma dieta bacana

Comer bem não significa viver à base de produtos light e diet. Uma alimentação saudável contém mais produtos naturais e menos industrializados. Deve ter mais variedade e menos quantidade.

- Ficar muito tempo em jejum trava o metabolismo. Sem energia, o organismo passa a poupá-la. Alimentar-se a cada três ou quatro horas (cinco a seis refeições ao dia) é essencial para ter disposição e saúde e também para emagrecer.

- Começar o dia tomando café e se alimentando com carboidratos (como pães e frutas) é uma opção inteligente porque esse nutriente é fonte de glicose e energia. O cérebro só se abastece de glicose.

- Ao meio-dia, é estratégico comer proteína (carnes). Devido às suas propriedades nutricionais, o alimento evita a sensação de sonolência após o almoço. À noite, ao contrário do que pregam muitas dietas radicais, os carboidratos são opção porque estimulam os hormônios do sono e do bem-estar.

- Preparar-se para fazer lanches entre as refeições é simples. Não é motivo de vergonha levar um sanduíche com pão integral ao trabalho. "Na hora da fome ninguém pensa e, sem nenhum alimento saudável à vista, é mais fácil se render às guloseimas", diz Tatiana.

- A proteína do soro do leite (whey protein) pode ser introduzida sem medo na alimentação. É um produto industrializado, mas de alto valor biológico (150%) e de fácil digestão.

- Para conquistar uma vida saudável, combine alimentação equilibrada com a prática de exercícios físicos.


As dicas são da nutricionista Tatiana Ferraz, de São Paulo para o blog Missão de Peso

TwitPic

Blogs Chapa Quente