terça-feira, dezembro 08, 2009

Maromba, dieta e muxibas



Começando pelo fim, muxiba é sinônimo de pelanca. Pronto definidido. O resto é de conhecimento público e notório.

Há um ano atrás, estaria na contagem regressiva da já marcada operação motor deste blog. Com seguros 80Kg a mais na carcaça, não via meus pés, considerava ginástica dar uma volta no quarteirão.tudo muito difícil, um par de tenis, algumas mudas de roupa, daquelas q vendem em lokas especiais da Senhor dos Passos.

Hj além de fazer caminhadas urbanas e trilhas de duas ou tres horas como exercícios, tbem estou numa academia, onde faço musculação, spinning e elíptico. Essa semana comecei a fazer um trabalho mais forte e posso dizer q a sequencia parece ser interessante. Ao menos para mim, por isso vale lembrar.

Logo depois de operado, ao contrario do q se pode pensar, o repouso é contra indicado. Na primeira semana pós operação, o gordalhão tem q se mover, levar o dreno para passear nos corredores do hospital, assoprar um aquaplay vazio, se mexer, sentar, andar, ficar de pé, tiros de 2m dentro do quarto. Depois da alta passei 15 dias na casa do meu Pai, e lá a rotina era a mesma, aumentando aos poucos os trajetos, incorporando uma emocionante viagem de elevador. Aos poucos já estava andando no campo de São Cristóvão e fazendo uma "trilha" até a Cancela.

Voltei pra casa e as andandinhas se mantiveram, até o dia q fui até a Pça da Bandeira, voltei de onibus e passei na roleta sem quebrar o MP3 q estava no bolso de trás. Estava na hora de arriscar ladeira acima.

Cabe lembrar q desde um mes antes de operar, a dieta pescadoriana, sem bolhas e coisas de padaria tem se mantido. Há pouco mais de 3 meses tbém incluí evitar glúten naquilo q engulo. Definitivamente sou um tipinho q ou estou de dieta, ou estou entregue a comilança. Enquanto tiver forças, manter a frugalidade é o aquilo q interessa.

Aos poucos fui subindo o alto, no início ate o Lgo da Usina, depois a primeira entrada da estrada velha, depois a segunda e finalmente a pça do alto. A primeira q vez q cheguei lá o tempo foi de 140 minutos. Hj faço entre 75-80 minutos. Quero chegar a algo entre 60-65 no final de 2010.

Emagrecer é perder substancia gorda, a pele sobra não tem jeito. Em alguns momentos me sinto literalmente me escrotizando. A musculação poderia ter entrado um pouco antes, mas entrou com dez meses de operado, ate pq não poderia arriscar uma hérnia, e como me conheço sei q ou faço, ou não faço.

A musculação é importante pro gastroplastizado, gasto de 40 a 60 minutos, faço um trabalho no limite de 3 séries com 10 repetições cada. Geralmente depois de um trabalho aeróbio. Com a musculatura organizada, dieta em cima a escrotização é refreada, pretendo secar ao extremo pois não pretendo fazer nenhuma plástica corretiva. Não tenho nenhuma vontade de voltar a uma mesa de operação por minhas próprias pernas.

Enfim, cada vez mais os vínculos de saúde com exercícios e dietas são aumentados, coisa q se tivesse sido feito consitentemente desde sempre, com certeza teria evitado a operação de mutilação estomacal. Mas como diria o filósofo, Se não existe, pois se cachorro não cagasse explodia.

Sem opções, é seguir honrando a cicatriz e a operação. Sem esquecer q qquer erro tem pena imediata: banha subcutânea!

Um comentário:

Psicóloga Mariana Ferrari disse...

Incrível a sua jornada!
Mudança total de hábitos... novo corpo e nova cabeça... literalmente uma nova pessoa!

TopBlog 2013

Gente que vai, gente que vem

Partizan FK do Andaraí

Partizan FK do Andaraí
Meu time de botão.

Pedra da Gávea 2011

Pedra da Gávea 2011
27.03.2011 powered by TRJ

Contadores do Obesity Help

Caminhando em 2010

Caminhando em 2010
Morro dos Cabritos - 9.01.2010

Flag Counter

free counters

Grutas em Maricá

Grutas em Maricá
20.01.2010

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ
31.01.2010 - Alto Mourão - Niterói/RJ

Armadilhas Orais

Margarinas, biscoitos, salgadinhos, sorvetes: esses alimentos são ricos em gordura hidrogenada, portanto, aumentam o colesterol ruim e diminuem o bom colesterol (que protege as artérias). Pele de aves, bacon, toucinho, gordura aparente das carnes: esses queridinhos do paladar masculino são ricos em gordura animal. Por isso, aumentam o colesterol e podem prejudicar a saúde cardiovascular. Café ou chá preto em excesso: pensa que só porque está colocando adoçante tudo está salvo? Essas bebidas contêm cafeína, que podem, em altas doses, favorecer o aumento da pressão arterial e dificultar o sono, além de provocar dor de cabeça em indivíduos sensíveis. Temperos prontos: esse ingrediente contém glutamato monossódico e conservantes que, se consumidos habitualmente, podem sobrecarregar a função hepática. Açúcar simples e doces: eles aumentam a glicemia e podem, no futuro, alterar a ação da insulina e serem uma das causas de síndrome metabólica (conjunto de doenças que aumentam as chances de doenças cardiovasculares). Alimentos industrializados e conservas: esses alimentos ou petiscos podem aumentar a pressão arterial, além de outros males à saúde, dependendo da opção, pois são muito gordurosos. Embutidos: os embutidos (salsicha, linguiça, salame), além de serem muito salgados e gordurosos, contêm nitrato na sua composição e essa substância pode causar enxaqueca. Bebidas alcoólicas: ninguém está te proibindo de tomar um copinho ou outro de vez em quando. Mas o hábito sobrecarrega o fígado e pode prejudicar, inclusive, a função cerebral. Frituras: principalmente as que comemos na rua, como pastel, você deve deixar de lado. O óleo é reaquecido diversas vezes, podendo causar a oxidação da gordura, o que é prejudicial para a circulação sanguínea. Isso não significa que em casa está liberado. Evite! Refrigerantes: essas bebidas, mesmo as que não têm açúcar, não são uma boa opção. Eles possuem muitos conservantes, corantes, estabilizantes (e alguns, também, adoçantes). Essas substâncias sobrecarregam o fígado para que sejam eliminadas. Além disso, alguns possuem cafeína também.

Diga não a NanoFobia

Diga não a NanoFobia
Adote um anão

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG
Cachoeira da Fumaça - São João Nepomuceno/ MG - Carnaval - 12-16/02/2010

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá - RJ/RJ

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá  - RJ/RJ
Travessia Pau da Fome/ Camorim - 1/05/2010

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ
Powered by Trilhas RJ - 15 e 16 de maio de 2010

Travessia Tijuca X Jacarepaguá

Travessia Tijuca X Jacarepaguá
Powered by Trilhas RJ - 8.8.2010

Blog do FutMesa Dadinho do Mecão

Dicas para uma dieta bacana

Comer bem não significa viver à base de produtos light e diet. Uma alimentação saudável contém mais produtos naturais e menos industrializados. Deve ter mais variedade e menos quantidade.

- Ficar muito tempo em jejum trava o metabolismo. Sem energia, o organismo passa a poupá-la. Alimentar-se a cada três ou quatro horas (cinco a seis refeições ao dia) é essencial para ter disposição e saúde e também para emagrecer.

- Começar o dia tomando café e se alimentando com carboidratos (como pães e frutas) é uma opção inteligente porque esse nutriente é fonte de glicose e energia. O cérebro só se abastece de glicose.

- Ao meio-dia, é estratégico comer proteína (carnes). Devido às suas propriedades nutricionais, o alimento evita a sensação de sonolência após o almoço. À noite, ao contrário do que pregam muitas dietas radicais, os carboidratos são opção porque estimulam os hormônios do sono e do bem-estar.

- Preparar-se para fazer lanches entre as refeições é simples. Não é motivo de vergonha levar um sanduíche com pão integral ao trabalho. "Na hora da fome ninguém pensa e, sem nenhum alimento saudável à vista, é mais fácil se render às guloseimas", diz Tatiana.

- A proteína do soro do leite (whey protein) pode ser introduzida sem medo na alimentação. É um produto industrializado, mas de alto valor biológico (150%) e de fácil digestão.

- Para conquistar uma vida saudável, combine alimentação equilibrada com a prática de exercícios físicos.


As dicas são da nutricionista Tatiana Ferraz, de São Paulo para o blog Missão de Peso

TwitPic

Blogs Chapa Quente