segunda-feira, março 28, 2011

Experiências Individuais e Coletivas

Ontem foi um dia foda. Eu procuro não escrever palavras deste naipe por aqui, não por moralismo ou alguma coisa de política correta. Estou usando simplesmente para ser sintético com a experiência de subir a pedra da Gávea pela primeira vez. Foi foda!

Depois de operado, eu fui compulsóriamente expulso do mundo sedentário em que vivia. Comecei ainda em convalescencia na casa do meu Pai a andar no meu limite. Lá atrás, era andar por S. Cristóvão. Voltei pra casa e coloquei na cabeça q deveria ter minha academia de custo zero.

Retomei hábito antigo de andar pelo bairro. Em breve comecei a subir, ladeira caminhada, acelera o coração, diferentemente do plano q o mantem numa zona de conforto. Aos poucos, consegui chegar na pracinha do alto e daí busquei a manutenção e o mais além. Conheci o pessoal do Trilhas do Rio de Janeiro. Daí pra gostar de andar em meio de mato foi fácil.
Cada trilha q faço em grupo, reforça a minha vontade de melhorar individualmente. O coletivo pode me ajudar ate mesmo qdo estou sozinho. Um exemplo disso pode ser facilmente observado nesse grupo de trilheiros com quem tenho andado neste pós vida de bucho reduzido. Nào me interesso se por amor ou raiva, o q interessa é q vc querendo participar de um grupo de atividades ao ar livre, busca se condicionar e manter algumas regras e hábitos, que ajudam no objetivo de manter uma carcaça condizente com o motor embaixo do capô.
É legal ver tbém, o ridículo alheio e rir um pouco de vc mesmo q de qdo em qdo repete malarias egoístas. Ser ranzinza e reclamar do coletivo fazem parte. O problema ocorre qdo vc realmente começa a se achar mais do q realmente é. Se vai reclamar da galera, tenha certeza de não precisar dela adiante. Essa certeza nunca existe. Se existir, saiba q é bem provavel q o caminho ou o acaso poderão pregar uma peça bacana logo ali adiante. Aí vc vai ter de exercitar a humildade e pedir ajuda. O coletivo pode ajudar sempre.
A trilha da pedra da Gávea é uma aventura urbana com todas as nuances e desafios de qquer passeio de ecoturismo de mil dolares mundo afora. Tem trilha leve, pesada, escalaminhada, rapel e lógico belas vistas, cachoeira e pra quem gosta como eu, lama, poeira e muita ralação.
O lado urbano pop tbém está lá, é patético ver carros no início da trilha, lamentável o cheiro de bosta e urina humana ao longo da trilha, sujeiras levadas por nossa espécie. Bitucas de cigarro, tampinhas plásticas, restos egoistas de gente q peca por negligencia e preguiça, comprometendo um lugar q está lá a mais de 100 mil anos e deveria estar mais um milhão. Mas nossa boçalidade, compromete esse futuro. Com certeza tem muito ecofriend fazendo cagadas no meio ambiente. Literalmente.
Recomendo a todos esta viagem dentro da cidade do Rio de Janeiro. Dura e recompensadora.

3 comentários:

Cliver disse...

É, Bambino... Cansei de fazer trilhas e retornar pro asfalto cheio de garrafas pets, pacotes de biscoito e outros lixos que, se não recolhido, levarão centenas de anos (ou milhares) para se decompor. É triste ver como há tantas pessoas praticantes de passeios ecológicos sem a menor consciência ecológica. É o pensamento medíocre de que um papel de bala não é capaz de causar estrago. Se o indivíduo consegue subir uma trilha com uma garrafa pet cheia de água, como não consegue descer com ela vazia?
Falando de coisas boas... "foda" realmente é o vernáculo que melhor enfatiza o gratificante passeio que fez. Eu considero a Pedra da Gávea meu quintal e é sempre com muita emoção que volto à ela. Parabéns por mais esta conquista e espero em breve ter o prazer de sua companhia em uma dessas aventuras.
Luz e força.

Tulio Bambino disse...

Valeu Cliver, o mais idiota é depois ver essa cambada com camisetas em defesa do mico leão, enchendo saco com filigranas politicamente corretas e muito papo furado com essa prática de vida negativa.
Qtoa Pedra da Gávea, respeito pacas trilha dura e traiçoeira.

Mas eu volto.

Ana disse...

Lê-lo é sempre bom!
Interessante como essas letrinhas mágicas, mesmo aquelas cujo "naipe" não vemos nos livros por aí, encaixam-se perfeitamente em teus textos.
Sou uma admiradora!
Não somente de tua força de vontade, nem mesmo pela ótica em que vês a vida, e defendes teus pontos de vista como ninguém, muito mais o sou pelo privilégio de ter-te olhado nos olhos e rido de tuas façanhas.
Que venham muitas, que venham mais, muitas mais...
Que o caminho seja qual for. Tortuoso? Sim, porque não? Afinal, de que valem as pedras no caminho se não as notarmos?
Torço por ti e por ver, neste espaço, mais aventuras de um jovem que é grande!
Se cuida, moço!
Ana :o)

TopBlog 2013

Gente que vai, gente que vem

Partizan FK do Andaraí

Partizan FK do Andaraí
Meu time de botão.

Pedra da Gávea 2011

Pedra da Gávea 2011
27.03.2011 powered by TRJ

Contadores do Obesity Help

Caminhando em 2010

Caminhando em 2010
Morro dos Cabritos - 9.01.2010

Flag Counter

free counters

Grutas em Maricá

Grutas em Maricá
20.01.2010

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ

Alto Mourão - Parque Nacional da Tiririca - Niterói/RJ
31.01.2010 - Alto Mourão - Niterói/RJ

Armadilhas Orais

Margarinas, biscoitos, salgadinhos, sorvetes: esses alimentos são ricos em gordura hidrogenada, portanto, aumentam o colesterol ruim e diminuem o bom colesterol (que protege as artérias). Pele de aves, bacon, toucinho, gordura aparente das carnes: esses queridinhos do paladar masculino são ricos em gordura animal. Por isso, aumentam o colesterol e podem prejudicar a saúde cardiovascular. Café ou chá preto em excesso: pensa que só porque está colocando adoçante tudo está salvo? Essas bebidas contêm cafeína, que podem, em altas doses, favorecer o aumento da pressão arterial e dificultar o sono, além de provocar dor de cabeça em indivíduos sensíveis. Temperos prontos: esse ingrediente contém glutamato monossódico e conservantes que, se consumidos habitualmente, podem sobrecarregar a função hepática. Açúcar simples e doces: eles aumentam a glicemia e podem, no futuro, alterar a ação da insulina e serem uma das causas de síndrome metabólica (conjunto de doenças que aumentam as chances de doenças cardiovasculares). Alimentos industrializados e conservas: esses alimentos ou petiscos podem aumentar a pressão arterial, além de outros males à saúde, dependendo da opção, pois são muito gordurosos. Embutidos: os embutidos (salsicha, linguiça, salame), além de serem muito salgados e gordurosos, contêm nitrato na sua composição e essa substância pode causar enxaqueca. Bebidas alcoólicas: ninguém está te proibindo de tomar um copinho ou outro de vez em quando. Mas o hábito sobrecarrega o fígado e pode prejudicar, inclusive, a função cerebral. Frituras: principalmente as que comemos na rua, como pastel, você deve deixar de lado. O óleo é reaquecido diversas vezes, podendo causar a oxidação da gordura, o que é prejudicial para a circulação sanguínea. Isso não significa que em casa está liberado. Evite! Refrigerantes: essas bebidas, mesmo as que não têm açúcar, não são uma boa opção. Eles possuem muitos conservantes, corantes, estabilizantes (e alguns, também, adoçantes). Essas substâncias sobrecarregam o fígado para que sejam eliminadas. Além disso, alguns possuem cafeína também.

Diga não a NanoFobia

Diga não a NanoFobia
Adote um anão

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG

Carnaval 2010 - São João Nepomuceno/MG
Cachoeira da Fumaça - São João Nepomuceno/ MG - Carnaval - 12-16/02/2010

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá - RJ/RJ

Parque Estadual da Pedra Branca - Jacarepaguá  - RJ/RJ
Travessia Pau da Fome/ Camorim - 1/05/2010

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ

Peito do Pombo - Barra do Sana - Macaé/RJ
Powered by Trilhas RJ - 15 e 16 de maio de 2010

Travessia Tijuca X Jacarepaguá

Travessia Tijuca X Jacarepaguá
Powered by Trilhas RJ - 8.8.2010

Blog do FutMesa Dadinho do Mecão

Dicas para uma dieta bacana

Comer bem não significa viver à base de produtos light e diet. Uma alimentação saudável contém mais produtos naturais e menos industrializados. Deve ter mais variedade e menos quantidade.

- Ficar muito tempo em jejum trava o metabolismo. Sem energia, o organismo passa a poupá-la. Alimentar-se a cada três ou quatro horas (cinco a seis refeições ao dia) é essencial para ter disposição e saúde e também para emagrecer.

- Começar o dia tomando café e se alimentando com carboidratos (como pães e frutas) é uma opção inteligente porque esse nutriente é fonte de glicose e energia. O cérebro só se abastece de glicose.

- Ao meio-dia, é estratégico comer proteína (carnes). Devido às suas propriedades nutricionais, o alimento evita a sensação de sonolência após o almoço. À noite, ao contrário do que pregam muitas dietas radicais, os carboidratos são opção porque estimulam os hormônios do sono e do bem-estar.

- Preparar-se para fazer lanches entre as refeições é simples. Não é motivo de vergonha levar um sanduíche com pão integral ao trabalho. "Na hora da fome ninguém pensa e, sem nenhum alimento saudável à vista, é mais fácil se render às guloseimas", diz Tatiana.

- A proteína do soro do leite (whey protein) pode ser introduzida sem medo na alimentação. É um produto industrializado, mas de alto valor biológico (150%) e de fácil digestão.

- Para conquistar uma vida saudável, combine alimentação equilibrada com a prática de exercícios físicos.


As dicas são da nutricionista Tatiana Ferraz, de São Paulo para o blog Missão de Peso

TwitPic

Blogs Chapa Quente